28ª Bienal Colombiana de Arquitectura e Urbanismo

Terá lugar de 14 a 19 de Novembro de 2022 na cidade de Bucaramanga, Colômbia.

Este ano celebramos os 60 anos da nossa Bienal Colombiana de Arquitectura e Urbanismo, consolidando-se como um evento emblemático no mundo da arquitectura. Este evento cultural e académico, organizado desde 1962 pela Sociedade Colombiana de Arquitectos, visa seleccionar as obras e projectos mais significativos nos diferentes campos da arquitectura, executados e concluídos no território nacional durante os cinco anos anteriores ao convite à apresentação de candidaturas. A Bienal destaca principalmente os projectos cuja qualidade contribui para preservar e melhorar os valores urbanos, históricos, ambientais, sociais e culturais do ambiente em que têm sido realizados.

Desde a sua criação em 1962 e até à versão de 2020, foi apresentado um total de 6.250 projectos nas diferentes categorias da Bienal. Destes, ao longo das suas 27 edições, 408 projectos foram reconhecidos a nível nacional, incluindo vencedores e menções honrosas. É também importante lembrar que a Bienal atribuiu o Prémio Nacional de Arquitectura e Urbanismo a 27 projectos, todos eles reconhecidos pela sua excelência e qualidade. Dentro deste grupo seleccionado temos a honra de recordar o Mestre Rogelio Salmona, cujo trabalho recebeu este importante reconhecimento quatro vezes.

A nossa Bienal 2020 mencionou a situação global gerada pela Covid-19 e colocou uma questão interessante: Que papel devem assumir a arquitectura, o planeamento urbano e a investigação em tempos de pandemia? As crises sanitárias representam, como já vimos na história da arquitectura, oportunidades para rever o sentido social, ambiental e cultural, bem como a responsabilidade directa no controlo do espaço construído. A pandemia apresenta-se como um sinal eloquente e um catalisador para os problemas do espaço construído, entendido como mediador e facilitador de relações, hábitos e rituais. O espaço arquitectónico e urbano constitui então uma variável fundamental na recomposição do que tem sido chamado a "nova normalidade", da qual haverá certamente vestígios no que está actualmente a ser pensado e construído.

É por isso que em resposta a esta reflexão e em resposta ao mandato estabelecido pela mais alta autoridade da arquitectura mundial, a União Internacional de Arquitectos - UIA, que declarou o ano 2022 como o ano do design para a saúde, decidimos adoptar o slogan da Bienal Colombiana de Arquitectura - Arquitectura para a Saúde, entendendo que a contribuição da nossa profissão é dada em três esferas: a saúde do planeta, a saúde social e a saúde humana. Tudo isto deriva do eixo temático e conceptual para a construção colectiva do documento denominado: Território e Cidade Manifesto da SCA, produzido durante a pandemia de Covid-19 e onde derivam as agendas programáticas e futuras da nossa organização.

Isto permitir-nos-á cobrir tópicos interessantes tais como: sustentabilidade, resiliência urbana, cidades saudáveis, urbanismo ambiental, economia circular, espaço público saudável, cenários para a vida urbana, melhoria de habitats informais, biotectónica, acessibilidade, equipamento de saúde, mobilidade, equipamento hospitalar e edifícios saudáveis, entre outros.